COLETIVOS LGBTQIA + DE MÚSICA ELETRÔNICA: 


São Paulo, hoje (Junho 2020) tem aproximadamente 22 coletivos produzidor por ou para pessoas LGBTQIA+, isso é, muitos destes coletivos são produzidos por pessoas cis heterossexuais mas abraçaram causas LGBTQIA+ 


ENTRADA:
R$00-R$60


VERTENTES:
house, techno, ebm, dark disco, electro, experimental, funk

#clubber #coletividadenegra #sexo #gotico #feminista #pos-punk #politica #alternativa



2009: Metanol
2010: Capslock
2013: Mamba Negra
2014: Vampire Haus
2014: Blum
2015: Estranha 🏳️‍🌈
2015: Odd 
2015: Caldo 
2016: Dando* 🏳️‍🌈
2016: Tormenta 🏳️‍🌈
2016: Psicotropica
2016: Sintetica 🏳️‍🌈
2016: Sangra Muta 🏳️‍🌈
2016: Tantsa
2017: Silver/tape 🏳️‍🌈
2017: Coletividade Namíbia 🏳️‍🌈
2017: Chernobyl 🏳️‍🌈
2017: Buraco 🏳️‍🌈
2018: Coriza 🏳️‍🌈
2018: Gang 🏳️‍🌈
2018: Marsha 🏳️‍🌈
2019: Versa 🏳️‍🌈

🏳️‍🌈= Produzido por pessoas LGBTQIA+