FICHA TÉCNICA:




Concepção, produção e expografia: Gabriel Brugnara
Curadoria Artística: Gabriel Brugnara e Thiago Roberto
Curadoria Musical: Amanda Mussi
Orientação: Carol Tonetti
Co-Orientação: Pedro Lopes
Recepção: Tereza Tessaro
Fotografia expografia: Rafael Baumer
Fotografia Ciclo de Performances 01: Bruno Dantas
Fotografia Ciclo de Performances 02: Núbia Fernamo
Fotografia material gráfico: Lucas Cobucci
Design Gráfico - flyers: Juca
Sonorização: Renato Souza
Segurança: Equipe Mônica Pereira
Serralheria: Serralheria Caldas
Locação TVs: Fusion Audio
Gráfica comunicação visual: Ma/art
Gráfica impressos: Cinelândia

Apoio: Cartel 011
Parceiro mídia: City Spot
Parceiro Transmissões: Toca Rádio 

Agradecimentos: AJ Santa Rosa, Célio Porto, Joana Franco, Matheus Loschi, Pablo Monaquezi, Roger Ferreira, Roque Castro, Tiago Franco, Tiago Guiness, Yuri Quevedo

Realização: Versa

NOTA:
Todos os protocolos de segurança foram seguidos.
*A curadoria da exposição selecionou ao menos um representante de coletivos que possuem grande atuação na cena da música eletrônica paulistana entre 2009-2019. Priorizando majoritariamente artistas pretos, LGBTQIA+ e mulheres.
Por ser uma exposição independente, com orçamento extremamente reduzido temos limitantes. Num campo ideal, gostaríamos de contemplar ainda mais artistas que incentivam e trabalham nesta cena.
O material expográfico é dividido em: 16 artistas expostos em cavaletes digitais. 8 performers em um ciclo de performances dividido em dois dias (05/12/20 e 12/12/20). Cada hora da exposição teve uma trilha sonora pré-gravada pelos Djs.
Acreditamos no potencial da cena e que cada vez mais iniciativas como esta possam acontecer. Não nos propomos ser o único, final e absoluto registro desta última década. Com esta exposição buscamos trazer novos reconhecimentos para cena, quebrar estereótipos da noite e mostrar o quão potentes e significativos são estes movimentos.